Poesias

Eu conheço a dança dos pássaros, mais nunca supera a beleza do seu andar, eu vejo o brilho nas estrelas, mais nunca supera o brilho de seu olhar, eu ouço o soar do vento nas folhas dos pinheiros, mais nunca supera a beleza de sua voz, já ouvi o rugido o poderoso leão, e nunca superou a beleza de sua voz, já vi os montes ornamentando o horizonte, mais nunca superou a beleza de seus cabelos, eu já vi muitas coisas linda na natureza, mais nada igual a você.

Estou como um peregrino sem terra, como um leão sem reino, como uma águia sem as montanhas, como uma folha sem a arvore, como um pássaro sem o céu, como uma estrela sem o brilho e como um peixe sem oxigênio no mar.

Como o pássaro que quer dar o primeiro voou, como pintainho que anseia vir ao mundo, como as flores espera a primavera, como o deserto espera a chuva torrencial, como o elefante vai a busca da água, como um guepardo defendendo seus filhotes, como o leão que anseia um reino, como um filhote de hiena que perde seu trono, como a mãe na dor de parto, como as aves no rio sem peixe assim esta eu.

O que sente a ave que não consegue mais voar, o que sente o Guepardo quando sua ninhada não consegue achar, o que sente as Formigas pela amiga que já mais esteve a voltar, o que sente o leão que o reino teve de deixar, o que sente a gazela que do filhote não pode amamentar, é o que sinto sem poder ao teu lado estar.

A onde esta o meu favo de mel, onde esta a minha macieira, onde esta minha flor, a onde esta minha preciosa pedra, certamente esta em algum lugar.

Vejo a abelha buscando as flores no horizonte, vejo os pássaros buscando sementes entre as folhas, vejo a gazela buscando pastos verdejantes, vejo as borboletas desabrochando em seu casulo, vejo as flores colorindo a primavera, mais não vejo você ao meu lado para meu mundo embelezar.

O nauta anseia a terra voltar, o marinheiro anseia na terra firme pisar, as aves anseiam em seu destino comida encontrar, os Gnus anseiam pela chuva por isso se põe a migrar, as abelhas anseia pelas flores que esta a desabrochar, eu anseio pela linda mulher que esta a me encantar.

Tu brilhas como a rosa do deserto, me encanta como as mais belas formações de nuvens na atmosfera, me atrai como o perfume das boninas ao anoitecer.

A que posso comparar você preciosidade com gotas de orvalho caindo pelas folhas, com as sementes a germinar, com os frutos das arvores, com as cores das flores, com os balés dos pássaros, mais uma coisa desejo, quero que me sigas como os Gnus segue as nuvens.. assim serei o homem mais feliz da terra.

Leave a Reply